frasi a metà – laura pausini – tradução

Chiedimi scusa anche per quello che sono

Spostati al meno e non provarci mai più

Quando di nuovo provo a rimettermi in piedi

E tu che mi chiedi cosa mi resta di me

E cosa mi porta sbatterti in faccia il dolore

Non c’era posto migliore

 

Sarà che hai preso tutto e l’hai buttato via

Qualsiasi cosa fu qualunque cosa sia

Non ti accompagno più se non c’è più ragione

Si muore in mezzo a una frase o di frasi a metà

 

Ecco il mio cuore sfinito da quanto è capace

Sempre ostinato, sempre la copia di sé

E poi ti ho perduto nell’alba gelata di ottobre

Non c’era giorno migliore

 

Sarà che hai preso tutto e l’hai buttato via

Qualsiasi cosa fu qualunque cosa sia

Non ti accompagno più se non c’è più ragione

Si muore in mezzo a una frase o di frasi a metà

Si muore a metà di una frase o di frasi a metà

 

Chiudiamo le cose veloce

Che poco mi basta

La rabbia finisce all’arrivo

È il poco in valigia la cosa che resta

 

Quanta violenza hai sprecato in quel “lasciami andare”

Non c’era frase peggiore

 

Sarà che hai preso tutto e l’hai buttato via

Qualsiasi cosa fu qualunque cosa sia

Ricordati di dirmi che va tutto bene

Si muore in mezzo a una frase o di frasi a metà

 

TRADUÇÃO

 

Me peça desculpa até pelo que sou

Mude pelo menos e pare de só tentar

Quando eu tento me levantar novamente

E você me pergunta o que resta de mim

E por que jogar na cara a dor?

Não havia melhor lugar

 

Será que você pegou tudo e jogou fora?

Independente do que foi ou do que seria

Não te acompanho mais se não há mais razão

Se morre no meio de uma frase ou em frases pela metade

 

Eis meu coração exausto até onde é capaz

Sempre obstinado, sempre um reflexo de si

Depois te perdi no amanhecer gelado de outubro

Não havia dia melhor

 

Será que você pegou tudo e jogou fora?

Independente do que foi ou do que seria

Não te acompanho mais se não há mais razão

Se morre no meio de uma frase ou em frases pela metade

Se morre na metade de uma frase ou em frases pela metade

 

Fechamos as coisas rapidamente

Apenas o suficiente

A raiva termina com a chegada

É o pouco nas malas a coisa que resta

 

Quanta violência você desperdiçou naquele “me deixe ir”

Não havia frase pior

 

Será que você pegou tudo e jogou fora

Independente do que foi ou do que seria

Se lembre de me dizer que está tudo bem

Se morre no meio de uma frase ou em frases pela metade

Seja a primeira pessoa a comentar